O título pode ser enganador, mas é tecnicamente verdadeiro. No Brasil não há medida de sucesso ou fracasso de que a “indústria” de games, o que nos leva a questão: De onde vem a noção de que o mercado de games no Brasil vem crescendo?

Eu entendo que o aumento de representação nacional de várias companhias e de uma forma ou de outra, todos os consoles estão oficialmente no Brasil e que isso ao menos indica uma esperança no mercado. O que eu não entendo é por que não temos relatórios de vendas dessas empresas, ou mesmo de uma empresa agregadora a lá NPD? Tanto a imprensa local quanto as mentes brilhantes dos fóruns parecem se contentar com os dados vindo de fora. Vejo muitas notícias sobre preços de consoles caindo, mas nunca há um “follow-up” sobre o impacto dessas medidas, tudo que temos é um “que bom” e pronto. Não há discussão sobre companhias subsidiando os consoles, sobre importadoras reduzindo margens de lucro, nada!

pacman_large

Como podemos saber o tamanho do rombo que a pirataria faz se não sabemos o tamanho do mercado? Precisamos fazer um esforço para que esses números sejam publicados. Se quisermos ser levados a sério precisamos de argumentos baseados em dados reais sobre o tamanho do nosso mercado, caso contrário podemos ficar eternamente na promessa, sem saber se realmente as medidas tomadas estão fazendo diferença.

Só podemos concluir que os dados existem e não são divulgados e pouco provavelmente não são compartilhados entre as empresas, cada uma apostando ter uma precisão maior que a outra para sair na frente. De qualquer forma fica fácil de enxergar a necessidade de uma associação entre as empresas do setor, a Abragames parece ter abandonado o posto (a ultima atualização do site da organização foi há mais de um ano). Acredito que apenas quando as empresas se juntem para dividirem as experiências de forma aberta, sem isso e sem a divulgação dos resultados das (poucas) melhorias quem vem sendo feitas no mercado nacional não teremos uma consolidação efetiva da indústria de games no Brasil.